Primeira transa com mulher

Sempre tive esse desejo de saber como era transar com uma mulher sabe? Aquela curiosidade de saber como é, se é bom, se por não envolver um pau delicioso eu gostaria assim mesmo.

Certo dia marquei uma balada com uma amiga e como a festa era longe iria dormir na casa dela. Fomos para uma balada liberal! Era minha primeira vez em uma festa assim, mas como era aniversário dela não queria deixar de ir. Fiquei com isso na cabeça de liberal, me pegava pensando “MEU DEUS como será? Será que o povo é obrigado a ficar uns com os outros?” Nunca tinha procurado nem saber sobre esse assunto, mas tudo bem. Coloquei um mini vestido preto, uma calcinha fio e sem sutiã pois já tinha bojo no vestido, fiz AQUELA maquiagem, afinal não queria estar feia né, vai que um boy maravilhoso aparece?! Cheguei na casa dela bebemos umas doses até dar o horário e saímos pra balada.

O lugar era ótimo! O ambiente era bom,tinha o bar organizado, sofás, palco que eu imaginei que fosse para os shows da noite, iluminação e músicas agradáveis e pensei “Até então tudo ok, só me falta um boy lindo”. Dançamos e bebemos muito até começarem os shows e enquanto estávamos na pista reparei uma moça que era simplesmente linda demais, ela dançava tão sensualmente que fiquei meio hipnotizada. Teve um momento que ela reparou que eu estava olhando e sorriu pra mim, fiquei até mole. “Deus! O que tá acontecendo? Que atração é essa?” Era tudo muito novo pra mim, nunca tinha tido uma atração assim por mulheres, mas continuei dançando e olhando para ela. Quando a música mudou para um funk eu comecei a dançar colada com a minha amiga que estava por trás, descendo até o chão, a moça então se aproximou e se encaixou na minha frente e começamos a dançar juntas. Falei que precisava ir ao banheiro e minha amiga disse pra eu ir porque ela tinha que dar atenção para as outras pessoas que vieram também e nisso a moça, que vamos chamá-la de B, se prontificou a ir comigo.

Usei o banheiro e estava lavando as mão quando ela veio por trás, puxou meu cabelo e me beijou no pescoço,no momento fiquei paralisada tentando entender, mas não podia negar o tesão, já estava TODA arrepiada. Virei pra ela e abri o jogo, falei que nunca tinha ficado com mulher antes, era tudo muito novo pra mim, mas que eu estava aberta a novas experiências, bastava irmos um pouco mais devagar durante a festa pra eu ir me acostumando. B. foi super gentil e disse “claro Bia, tenho toda paciência do mundo,ainda mais se me der a honra de ser sua primeira” aproximou do meu ouvido e disse “vou fazer você gozar tão gostoso que vai sempre querer uma mulher pra te chupar e foder…”. Fiquei automaticamente molhada. Voltamos para a pista.

Dançamos juntas muito tempo, bebemos, vira e mexe ela dizer algo provocador no meu ouvido que me deixava louca. Como foi ficando mais tarde e minha amiga já tinha arrumado o boy da noite me disse que iria nos quartinhos, que eu deveria subir lá só para conhecer, matar a curiosidade e ninguém era obrigado a fazer nada. Quando ia saindo ainda gritou “B leva a Bia pra conhecer os quartinhos por favooooor”. Quando minha amiga saiu e ficamos mais a vontade aconteceu nosso primeiro beijo, ela tinha aquele beijo lento, gostoso e que enche a gente de tesão. Até que decidi e disse: Me leva no quartinho?

Enquanto subíamos a escada ela enfiou a mão por baixo do meu vestido e apertou minha bunda, quase tropecei. Andamos por todos os quartinhos, uns ocupados, outros vazios e tinha gente trasando por todo lado. Entramos em um quartinho e fechamos a porta, começamos a nos beijar, ela subiu meu vestido e enquanto me beijava alisava minha bunda, pernas e barriga, meu tesãotava a mil. Deitei no sofá e ela veio por cima me beijando, desceu a mão pra minha calcinha quejá tava encharcada, puxou pro lado e começou acariciar meu grelo enquanto me beijava, meus gemidos estavam altos e desesperados. Ela mudou a posição da mão e começou a mexer na porta da minha bucetinha que implorava por mais, ela lentamente colocou um dedo, então outro e outro, meus gemidos só aumentavam mas como ela me beijava dava uma abafada. Ela metia 3 dedos em mim com tanto carinho e tava tããão gostoso que eu já estava perdendo a consciência de tanto prazer, estava quase gozando quando B. me diz: “não vai gozar agora, vai gozar na minha boca quantas vezes eu quiser”. Fiquei louca de tesão, tirei a calcinha,sentei no sofá e abri bem as pernas pois queria ver ela me chupar, queria ter o prazer de ver ela se deliciar com minha bucetinha molhada e pulsante. Ela me deu um beijo leve na boca e foi direto na minha portinha com a língua, gritei de prazer, levei a mão na boca pra tampar e logo tirei afinal lá era pra isso mesmo. Ela beijava minha pepeka lentamente, metia a língua na abertura, voltava a beijar, quando escorria ela lambia toda a extensão até quase no meu cuzinho, começou a intercalar, beijos, língua e dedos e eu gritava de prazer até que gozei a primeira vez. Quando gozei que escorreu B falou que queria todo o mel que eu quisesse dar pra ela e assim continuou chupando e levou amão nos meus seios, gozei de novo e de novo e de novo…

Eu ainda estava cheia de tesão e decidi que iria retribuir “B, deita aqui, tô louca pra chupar você me ensina se eu fizer errado tá?”. B era linda demais, uma morena mais alta que eu, o que não é muito difícil, mas tinha peitos grandes e um corpo escultural, estava com uma saia soltinha que deixava suas pernas a mostra e assim que deitou a saia já deixava de fora sua calcinha branca de renda. Falei pra ela tirar a blusa porque sempre fui louca em peitos e os dela eram lindos demais, mais que prontamente ela tirou a blusa e eu cai de boca primeiro nos seios dei beijos naqueles maravilhosos e desci beijando a barriga dela, pelo jeito que ela gemia eu imaginei que estava fazendo tudo certo. Quando cheguei na calcinha tirei bem devagar e ela estava muito molhada e deliciosa, nunca pensei que ia sentir tanta vontade de uma buceta na vida beijei com vontade, ela estremeceu tamanha foi a intensidade da chupada, tentei fazer como ela fez em mim, chupava, intercalava os dedos, fodia ela com a língua e dedos e fiquei extasiada com o prazer que estava causando a ela. Apalpava seus seios gostosos e chupava aquela bucetinha toda molhada que quanto mais eu chupava mais molhada ficava, até ela gozou com um grito de prazer. Deitamos no sofá e ficamos nos beijando um tempo. Voltamos pra pista, dançamos mais um pouco, trocamos números e fui embora pra casa da minha amiga.

Depois disso já fiquei com vária mulheres, mas sempre saímos juntas para aproveitar nossos momentos particulares de prazer. Beijos da Bia.

3 thoughts on “Primeira transa com mulher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *