Meu “tio” e eu…

Me chamo Camilla e sempre fui muito reservada e discreta com praticamente tudo e todos, exceto com um primo, ao qual sempre me referi como “tio”, pois ele é doze anos mais velho que eu. E diga-se de passagem, ele é tão reservado e discreto quanto eu. Apesar da nossa diferença de idade, sempre fomos muito próximos.
Eu costumava frequentar o quarto dele e passava horas e horas ao seu lado, brincando e conversando sobre qualquer coisa. Certa vez, deitada ao seu lado na cama enquanto assistíamos TV, percebo que ele estava bastante excitado, pois o volume em sua bermuda era gritante.


Apesar de muito nova ainda, eu já tinha bastante curiosidade sobre sexo e ao me deparar com aquela cena, aproveitei a intimidade que já havia entre nós e tentei tirar proveito. Bastou uma investida de minha parte ao encostar a minha bunda em uma de suas mãos, e ele nem pensou duas vezes em virar, se posicionando por trás de mim, fazendo conchinha, e com uma puxada firme em meu quadril, forçar a minha bunda contra aquele pau que latejava de tão duro dentro daquela bermuda. A sensação foi deliciosamente inesquecível, pois apesar de saber exatamente o que aquilo significava, jamais tinha vivido algo assim.
Em seguida dei uma mexidinha para trás, empinando a minha bunda de maneira bem safada, porém discreta, e ao sentir aquela ereção perfeita encaixando mais e mais, virei o rosto em sua direção e dei um sorrisinho. Pronto! Essa foi a validação que ele precisava. A partir daquele instante, com os meus 9 anos, começam as melhores experiências que tive na vida, até então…

5 thoughts on “Meu “tio” e eu…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *