Ménage à trois à Dominação

Meu nome é Athenas (figurado) tenho 30 anos, meu companheiro Eros (suposto) 36 anos. Somos casados a pouco tempo. A história que vou alegar resultou a 6 meses.
Meu companheiro sugeriu a ideia de irmos a uma casa de swing, eu aceitei na momento. Na noite combinada aparecia esperando Eros alcançar do serviço, eu já aparecia pronta vestia um abafado que marcava meu corpo,salto alto, cabelos soltos, lingerie vermelha (calcinha amarrilho dental). Eros entrou no quarto me pegou pelo cabelos encostou me na taipa de assento para ele e disse: – Coloca eu analisar minha putinha. Levantou meu abafado e no momento em que viu a micro calcinha vermelha enfiada na minha assento ficou louco. Me deu um anteolhos na assento e falou: – Dessa maneira que eu estilo minha vadia. Nos beijamos e fomos para a casa de swing. Chegando lá a casa também não aparecia abundância, fomos até o aparador pedimos drinks e nos sentamos num sofá. Conversamos com algumas mulheres porém nada demais. Eros aparecia interessado em analisar sua cachorra com outro amante. Eros por isso me pediu para que fossemos até a dependência de toques. Entramos e fechamos a acesso, Eros começou a me beijar, levantou meu abafado começou a chupar meus seios com desejo, tirou minha calcinha e começou a chupar minha buceta, sugava meu grelinho passando a dialeto por toda minha buceta. Eu não aguentei levantei e comecei a mamar na rola do meu negão, chupava e lambia como louca. Eros pegou uma de minhas mãos e levou mais para frente, nessa coisa senti outra rola um tanto mais fina em minha mão. Comecei a punheta aquela rola e chupando Eros. Ele me colocou de quatro e enfiou o pau de uma vez na minha buceta, dei um cainho alto e implorei que ele metesse com vigor. Duas rolas apareceram nos buracos da taipa, meu amante falou vai minha puta eu sei o quanto você ama mamar numa rola e ai possui duas para você. Enquanto Eros me fodia com vigor eu mamava naquelas rolas como uma puta desesperada por porra. Por isso eu falei vamos para um quarto, ele me perguntou pretende apresentar-se indivíduo eu falei efetivamente. Nos arrumamos e saímos, eu escolhi um rapaz mais ou pouco da minha idade. Entramos no quarto e meu companheiro perguntou se eu aparecia bem, respondi que efetivamente. Ele com aquele olhar de por isso você esta ferrada sua vadia. Começou a me beijar e levar minha roupa, o rapaz tirou a roupa similarmente. Eros falou no momento em que eu contatar você vem. Eros começou de novo a chupar meus seios e minha buceta (como constantemente me levando a orgasmos), colocou o pau na minha buceta e deu um aceno para o rapaz para que se aproximasse. Enquanto Eros arrebentava minha buceta eu já aparecia mamando na pica do rapaz, meu companheiro gosta me analisar com outro. Eros falou bota a camisa-de-vênus e vem foder essa puta, o rapaz atendeu prontamente. Nessa coisa ele trocaram de acomodação, aparecia chupando a rola do meu companheiro e no momento em que senti a pica do rapaz entrando na minha buceta delirei de agradar. A rola do rapaz não era tão grossa, porém era maior que a do meu companheiro. Comecei a gemer bom e falava, mete mais caralho. Eros se levantou e se afastou, falou para mim se divirta vadia. Mandei o rapaz me foder de quatro (amo essa acomodação), aparecia de quatro sendo fodida pela rola grande enquanto meu companheiro assistia a tudo. Pedia para o rapaz me abalroar, levava cada anteolhos na assento e Eros se masturbando. Fiz o rapaz ficar deitado, agora era minha vez de aconselhar. Sentei naquela rola, minha buceta toda encharcada engoliu o pau todo. Comecei a abalançar-se bastante, gemia bastante, rebolava que nem sequer um puta, metia bastante e Eros começou a me olhar distinto. Veio por após e colocou o pau no meu cuzinho, entrou todo de uma vez. Gemi alto e os 2 começaram a bombar bom, pedi que Eros saísse. Ele não captou porém tirou o que eu pedi. Continuei a cavalgar naquela pica que batia no fundo da minha buceta, sentia o esforço escoar pelo meu anverso aparecia me acabando. Eros do nada fala para o rapaz, acabou ela não pretende mais, o rapaz falou tudo bem. Se arrumou e foi saindo do quarto, Eros olhou para mim e falou tome um banho eu já volto. Demorou uns cinco minutos e Eros entrou no quarto, eu já aparecia vestida. Fui abordar com o Eros e do nada senti um anteolhos no meu anverso, olhei para ele sem supervisionar o que resultou. Perguntei você esta louco. Eros me puxou pelos cabelos, me jogou na cama e gritou sua vagabunda acha inclusive que vai abalançar-se com outro dessa forma. Eu aparecia excitada e com ciúme ao inclusive tempo. Eros ergueu meu abafado, rasgou minha calcinha. Desferiu outro anteolhos no meu anverso e falou calada sua puta. Seu amante vai te arrombar bom agora, penetrou minha buceta com toda violência, adorei sentir aquela percepção. Eros bombava na minha buceta como um animal, a animosidade dele aparecia estampada em seus olhos. Eu gemia bastante e não aguentei gozei molhando o pau dele todo, ele tirou o pau para fora enfiou na minha boca me fazendo engasgar, jorrou porra na minha boca. Lambi o pau todo melado de porra e como uma ótima cachorra engoli todo aquele leite quente. Eros me levantou pelo cabelos e disse nós vamos sair e ir ainda que se por acaso encontrarmos o rapaz e você olhar para ele eu bosque vocês 2. Eu fiquei calada de modo algum tinha averiguado Eros daquele modo, saímos e nos direcionamos para saída da casa, demos de cara com o rapaz, mantive a cabeça baixa e Eros me olhando. Fomos para o automóvel e ele me ordenou entra e encontra-se calada, Eros deu a abalada e fomos ainda que. Num dado hora reparei que não estávamos voltando para casa, fui demandar e ele me respondeu, calada sua vadia e abre as pernas. Eu receosa fiz o que me mandou, Eros começou a mudar a mão pela minha buceta, que aparecia toda babadinha de atração. Eros enfiou 2 dedos e foi bombando e ao inclusive tempo administrado, caralho aquela coisa me deixou louca a adrenalina gozei 3 vezes. Ele tirou os dedos da minha buceta e me deu para lambe-los, lambi meu alegria todo. Por isso ele voltou a dizer quero você calada ou vai acastelar outra vez. Paramos numa rua deserta e mais ou pouco escura, ele me disse sai do automóvel e eu com ciúme respondi que não. Ele voltou a dizer num acento mais nervoso, ou você sai ou te explosão pelos cabelos te dou cinco segundos. Eros saiu do automóvel e ficou me esperando, aparecia bastante assustada e ao inclusive tempo excitada, resolvi de sair. No momento em que sai Eros já me pegou pelo bravura me jogou em cima do capo do automóvel, no momento em que fui experimentar dizer uma coisa ele agarrou meu pescoço e disse puta minha me obedece. Levantou uma perna minha e meu abafado, colocou o pau na chegada do meu cuzinho e eu pensei caralho ele vai me arrebentar. Não sei se foi por pleito da adrenalina toda porém o pau dele deslizou para dentro do meu cuzinho de uma vez. Dei um ai de agradar e ele falou isto cachorra alarido inclusive. Começou a bombar no meu cu com toda violência e eu indo a alienação com toda a situação. E eu gemia alto e ele socando no meu cu com vigor, gozei mais duas vezes e Eros não aguentando encheu meu cu de porra. Bateu na minha assento e falou entra no automóvel, eu entrei também em arrebatamento. Ele passou a mão no meu anverso e eu já esperava outro anteolhos, Eros me disse ardor não vou te abater. Você de modo algum mais vai abalançar-se daquele modo com outro sem antes realizar com o seu amante que sou eu você me captou Athenas. Respondi com a cabeça que efetivamente. Fomos para casa e lá meu amante me informou que iríamos dormi visto que também teria a outra parte do advertência. Essa parte vou montar em seguida (rsrsrs)

2 thoughts on “Ménage à trois à Dominação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *