Fodendo com o meu pai de madrugada

Meu nome é Bruna, tenho 21 anos, sou branco, cabelo castanho, alongado até a assento, tenho um corpo belo, seios médios e uma assento redondinha. Vim montar pra vocês como realizei o desejo que constantemente tive de foder com meu agente.

Bom a partir de que tenho 16 anos descobri dentro de mim um atração fora do comum, aos poucos fui descobrindo o quantidade da siririca e com 17 dei pra um cara pela primeira vez, em seguida disso tomei estilo por coito, constantemente sentia desejo de foder e no momento em que não podia realizar isto com um homem quem me ajudava era meu cachorro max, um labrador que lambe minha buceta com estilo até hoje. Voltando ao bico com meu agente, em seguida que perdi a virgindade constantemente senti atração pelo meu agente, imaginava como ele devia foder bom. Uma pela certa noite ele dormiu na casa dos meus ancestrais e pude espiar ele batendo punheta na dependência de madrugada enquanto assistia filme porno, tinham duas mulheres sarrando a buceta uma na outra e aquela coisa me deixou com a minha xota bastante melada. Fui a favor meu quarto e me acabei na siririca até achincalhar. Em seguida disso o tempo passou, meu agente voltou pra casa dele, no qual ele vive com a mulher e eu continuei minha vida geralmente. Porém este ano tudo mudou, eu de modo algum havia arrumado meu agente, algumas vezes lançava olhares a favor volume na calça dele sem que ele notasse porém não era nada além, porém essa semana aconteceram coisas que eu de modo algum imaginei que pudesse se acudir-se existência. Dia 24 de janeiro fui dormir na casa do meu agente uma vez que dia 25 teria um assado lá pra nossa família que basta passando as férias aqui no Rio de Janeiro e eu fui auxiliar minha madrasta a arrumar as coisas. Cheguei na casa dele na parte da tarde, minha madrasta foi até a bunda adquirir algumas coisas e dessa maneira que ela voltou nós lanchamos e assistimos um filme os 3 acompanhados na dependência, anoiteceu e pouco em seguida do vencer fomos nos deitar, eu dormi no quarto de hóspedes que encontra-se no inclusive claustro que o quarto do casal e ao lado da dependência. Me deitei vestindo somente bata e calcinha, como de costume. Comecei a ler uns contos de incesto e logo minha buceta tava meladinha, resolvi por isso levar a roupa e abalar uma siririca. Tava esfregando meu grelo bem bom e notei um feixo de luz na acesso, não dei valia e continuei, vi a acesso se abrir mais um pouquinho e disfarcei pra olhar, vi meu agente apertando o pau e por isso resolvi me abalar pra ele, puxei a abrigo que escondia meu corpo e abri mais as pernas socando meus dedos com desejo na xota, meu agente saiu e fechou a acesso, logo eu gozei e dormi pelada inclusive, acordei no dia posterior e minha madrasta tinha ido no mercado adquirir umas coisas que estavam faltando. Tomei meu banho e fui ate a cozinha alimentar-se, meu agente tava acendendo a churrasqueira, falei com ele e dessa maneira que terminei de alimentar-se fui até a lavabo lavar o que sujei e de acesso sinto meu agente por tras de mim se esticando pra pegar um prato que aparecia super próximo da mão dele, porém ele demorou um tanto pra pegar visto que tava sarrando o pau na minha assento, fiz de conta que não notei porém empinei a assento pra sentir melhor o pau dele. Logo ele saiu e eu comecei a realizar as coisas que precisavam ser feitas, minha madrasta chegou e tirou a parte dela, coloquei meu biquini e entrei na piscina, minha familia chegou e meu avô assumiu a churrasqueira, meu agente e meus primos entraram na piscina juntamente comigo. Eu tava morrendo de atração também após a sarrada do meu agente porém tava buscando acobertar. Parei no cantiga da piscina e meu agente veio até mim parando na minha frente, conversamos sobre coisas aleatórias e por isso ele me perguntou sobre namorados, respondi que tava donzela e ele sorriu de cantiga dizendo “foi o que eu imaginei em seguida que vi de madrugada” Na momento senti um tanto de humilhação porém logo passou, sorri de volta pra ele dizendo ” No momento em que não possui quem resolva eu faço sozinha inclusive” Fui surpreendida com a mão dele na minha buceta por cima do biquini enquanto ele me olhava dizendo “entendi” Por isso ele saiu de próximo de mim e continuamos como se nada tivesse acertado, o dia passou e todo mundo foi ainda que, ajudei a apurar as coisas, minha madrasta foi tomar uma ducha pra dormir e descansar e eu e meu agente resolvemos permanecer na piscina, ele encostou no cantiga da piscina e me chamou, fui até ele e ele me segurou pela cerca me virando de costas pra ele, ele esfregava meu grelo por cima do biquini enquanto eu rebolava sarrando minha assento no pau dele, minha xota já tava bem melada, porém ouvimos um agitação e nos afastamos, por isso eu sai da piscina, e ele ficou la me olhando por isso puxei a calcinha do biquini a favor lado e deixei que ele visse minha buceta lisinha, olhei pra analisar se minha madrasta tava acordada e ela tava sentada no sofá, aquela percepção de ameaça dava mais atração, meu agente saiu da piscina e me chamou a favor cantiga da taipa, ele segurou meu cabelo e me encostou na taipa me beijando de lingua, e que adorável bom, enquanto me beijava ele me esfregava meu grelo e ia descendo com o aptidão até a chegada da minha buceta melada, ele foi descendo os beijos chupou meus peitos e logo desceu se ajoelhando e passou a lingua no meu grelo, me segurei pra não gemer, por isso ele ficou de pé e foi se secar, o resto do dia passamos comum, meu atração apenas aumentava cada vez mais, minha madrasta executa revendendo moda e no dia posterior iria pra petropolis mudar o dia la e voltaria a noite porém ia dormir na casa dos pais dela uma vez que era aniversario de casamento deles 2, por isso meu agente me convidou pra dormir na casa deles e eu aceitei sem julgar duas vezes, meu agente me mandou uma aviso no whatsapp dizendo que minha madrasta sairia pela madrugada pra pegar a autoestrada, deitei sem roupa e fiquei esperando a momento mudar porém acabei pegando no sono, acordei de madrugada deitada de bruço com meu agente passando a mão na minha assento e deslizando o aptidão na minha buceta, não conseguia julgar e mais nada a não ser em foder com meu agente como se eu fosse uma putinha dele. Empinei mais a assento e abri um pouquinho as pernas, ele levou os dedos até a minha boca e eu chupei com desejo, em seguida ele esfregou meu grelo enquanto eu rebolava e fodeu minha buceta socando 2 dedos com desejo, eu gemia com estilo pedindo pra ele não acabar, ja aparecia inteiramente melada e louca de atração ele mandou eu acordar da cama e deitou, subi de novo na cama e sentei com a xota na boca dele enquanto ele me chupava eu chupava, engolia, babava o pau dele, grande e abundante, não aguentava mais de desejo por isso sentei com a buceta no pau dele, sentei de costas pra ele, quicava bom naquele caralho e esfregava meu grelo ao inclusive tempo, ele me chamava de filhota e falava varias putarias, batia na minha assento o que me deixava com mais atração, virei de frente pra ele e sentei com estilo na piroca do meu agente, ele apertava meus peitos, me chamava de filha da puta eu quicava e rebolava sem acabar. Ele mandou eu ficar de quatro pra ele e dessa maneira eu fiz, empinei bem a assento, ele deu uns tapas e me fodeu com vigor, ele socava o pau na minha xota enquanto eu rebolava e gemia com a assento empinada, ele pressionou a mão nas minhas costas me colocando deitada de bruços, ele deitou por cima de mim com o pau dentro da minha buceta e metia com vigor, segurando meu cabelo e com a boca próximo da minha aba respirando anelante e sussurrando putarias pra mim, eu já não aguentava mais resistir e acabei gozando, enquanto ele falava coisas do forma “isto goza no caralho do pai putinha gostosa” e logo após ele tirou o pau da minha buceta e mandou eu ficar de frente pra ele, aproximou o pau da minha boca e eu chupei com desejo passando a lingua na cabecinha e chupando até as bolas, ele gozou na minha boca, ficamos deitados na cama conversando sobre a nossa foda sem pudor nenhum, nenhuma arrependimento, nenhuma humilhação, a unica coisa que existia era o desejo de foder outra vez, porém fomos tomar uma ducha e dormimos acompanhados na cama dele. Em seguida desse dia minha correlação com meu agente mudou inteiramente, nos proximos contos eu dou mais detalhes.

7 thoughts on “Fodendo com o meu pai de madrugada

  1. Isso deve ser muito gostoso com certeza, não tenho filhas então sinto tesão nas filhas dos amigos e dos outros,meu sonho é conhecer uma família que tenha filha e goste ou queira vê-la brincando gostoso com um macho bem safado.Sou super discreto e tranquilo, meu e-mail é [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *